Assista ao vivo: Grand Prix de Paris de judô

370

Dentro do circuito de judô, os torneios nível Grand Slam são os que mais somam pontos, ficando atrás apenas do Mundial e do World Masters, esses dois com apenas uma edição anual. Em Paris estão em disputa mil pontos para o campeão de cada categoria.

Depois da capital francesa, faltarão Dusseldorf, na Alemanha, Ecaterimburgo, na Rússia, e Baku, no Azerbaijão. Todos também valendo mil pontos para os campeões.

Completam o calendário da reta final da corrida olímpica os torneios nível Grand Prix de Rabat, no Marrocos, Tbilisi, na Georgia, e Antalya, Turquia. Cada um deles dá 700 pontos aos vencedores. Além do World Masters de Doha, no Catar, o último da lista, valendo 1.800 para quem ficar com ouro.

Para o primeiro Grand Slam do ano olímpico, o Brasil terá 16 atletas, sendo nove homens e sete mulheres. O time feminino vai com Sarah Menezes (52kg), Larissa Pimenta (52kg), Jessica Pereira (57kg), Samara Contarini (63kg), Mariana Silva (63kg), Beatriz Souza (+78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg).

O masculino terá Allan Kuwabara (60kg), Phelipe Pelim (60kg), Willian Lima (66kg), Marcelo Contini (73kg), Michael Marcelino (73kg), Leandro Guilheiro (81kg), Guilherme Schimidt (81kg), Rafael Silva Baby (+100kg) e David Moura (+100kg).

As transmissões ao vivo das lutas classificatórias serão na parte da manhã aqui no Brasil, a partir das 3h50, mas esse horário pode mudar. As lutas por medalha começam às 13h.