Arquiteta destaca dicas para escolha ideal de metais

339

As últimas fases de um projeto são aquelas em que podemos ver com mais clareza o resultado, entre elas está a escolha dos metais e a arquiteta Priscila Tressino, do PB Arquitetura, dá dicas fundamentais para ter sucesso nas escolhas.
Metais são itens de acabamento, sendo assim, a procura e instalação virá apenas depois que toda a infraestrutura hidráulica, revestimentos e bancadas estiverem prontos.
As torneiras têm opção de ter só água fria ou também água quente. Uma das observações mais importantes é escolher entre torneira, misturador ou monocomando. “A primeira delas serve só para água fria. O misturador tem uma bica e dois acionamentos independentes para quente e frio. Já o monocomando, tem só um acionamento para ambas temperaturas”, explica Priscila.
A altura da bica depende da cuba utilizada no banheiro ou na cozinha. Bica baixa é indicada para cubas embutidas, de apoio, esculpidas e de semi-encaixe. Quando tiver cuba de apoio, instalada sobre a mesa do lavatório, de acordo com a arquiteta, a bica precisa ser mais alta. Para cozinhas, ainda existe a opção de torneiras ou misturadores gourmet, com ducha móvel e flexível.
Já no caso de espaços reduzidos, existem torneiras e monocomandos com filtro já embutido na própria peça.
“Na especificação de metais em banheiros, incluímos ainda as duchas. A vazão e pressão da saída de água, formatos redondo ou quadrado, instalação na parede ou no teto, são alguns dos modelos disponíveis no mercado”, acrescenta a profissional.
Além dos tipos de torneiras, existem os acabamentos, que podem ser: cromado, preto, dourado, rose, polido, fosco, etc. Para a instalação serão necessárias algumas ferramentas de encanador, fita veda rosca e silicone. “Na compra dos metais, atentar para os complementos necessários para cada tipo de peça, como mangueira de ligação, porcas de montagem, redutor de pressão, etc. Primeiramente, desligar o registro de água, limpar a área de instalação, passar a fita veda rosca no encaixe de hidráulica, utilizar as ferramentas para apertar as porcas, vedar com silicone, religar o registro e fazer os testes de funcionamento”, ensina Priscila.
Vale ressaltar que o acompanhamento de um profissional é fundamental, ele saberá exatamente a especificação técnica mais adequada para cada caso. Só a beleza do produto não é critério de escolha, por mais que seja um acabamento.