O 17º Congresso Nacional de Previdência da ANEPREM e 11º Seminário Paranaense de Previdência da APEPREV terminou ontem, no restaurante Madalosso, em Curitiba. O evento teve como tema central “Os desafios do RPPS frente à Reforma da Previdência”.
Participaram da mesa de abertura do congresso, Amilcar Pacheco dos Santos, presidente do CRA-PR; José Augusto de Carvalho, presidente da Abipem; Narlon Gutierre Nogueira, subsecretário de Regimes Próprios de Previdência do Ministério da Fazenda; Fábio Henrique Granja, secretário de Controle Externo do TCU; Alrenilson Cipriano, presidente da Apeprev; Majoly Aline dos Anjos, integrante da Comissão de Direito Previdenciário da OAB-PR; Herickson Rubim Rangel, presidente da Aneprem; José Luiz Costa Taborda Rauen, presidente do Instituto de Previdência do município de Curitiba; Ivens Zschoeper Linhares, conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná; Sérgio Cutolo, vice presidente da Anbima e Lindolfo Zimmer.
Juntas, as associações reuniram 1.100 congressistas de Regimes Próprios de Previdência, autoridades, técnicos da previdência, do TCU, do Tesouro Nacional, palestrantes renomados, representantes de instituições financeiras e servidores públicos para debater a reforma da previdência, investimentos, previdência complementar, estratégias para aliviar riscos à sustentabilidade dos Regimes Próprios, transparência na gestão previdenciária, responsabilidade de gestores perante órgãos de controle, equilíbrio financeiro e atuarial, e-Social e perícia médica como instrumento de controle da gestão previdenciária e o suporte aos servidores em todos os momentos, principalmente na hora da aposentaria.

Os institutos de previdência são as instituições que promovem o reconhecimento e o acolhimento dos aposentados, pensionistas e segurados. Eles preparam os servidores para a aposentadoria, porque, muitos ficam perdidos quando chega a hora de se aposentar. O objetivo é ajudar o aposentado a se manter em movimento e avançar em uma direção saudável e positiva, afinal, se aposentar da carreira profissional não é se aposentar de tudo e sim manter-se ativo, ligado a pessoas amadas para se sentir vivo.

Destaque para a participação da jornalista Mara Luquet, como mediadora da mesa redonda “Desafios e oportunidades de investimentos no cenário econômico atual”, com os debatedores, especialistas em finanças e estrategistas João Medeiros, Rodrigo Soares de Abreu, Celson Plácido e José A. Costa de França.

Na mediação, Mara Luquet ressaltou que o Brasil vive um momento de mudança que tem o espírito dos eventos realizados pela Aneprem e APEPREV. “Estamos em um momento econômico com taxa de juros de um dígito, saindo de um período recessivo e iniciando uma retomada da economia. Os gestores de previdência devem estar atentos aos desafios, às oportunidades e aos riscos que isso representa”.

No congresso também aconteceram palestras do vice-presidente da Anbima, Sérgio Cutolo, do presidente da Previdência Complementar do Espírito Santo, Alexandre Wernesbach; do subsecretário dos Regimes Próprios de Previdência SPPREV/MF, Narlon Gutierre, do doutor em Direito Público, Fabio Zambitte Ibrahim; da coordenadora da Comissão Técnica Nacional de Governança da ABRAPP, Adriana Carvalho Vieira; do especialista em direito previdenciário, Bruno Sá Freire Martins; do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, Ivens Zschoerper Linhares; do coordenador de Auditoria na SRPPS/SPREVMF, Gilberto Pereira; do diretor do Instituto Mongeral Aegon de Longevidade, Henrique Noya; do diretor jurídico do SEPREV, Douglas Tanus A. F. Figueiredo; do consultor Previdenciário, Otoni Guimarães; do gerente Executivo da Gerência Nacional de Investidores Corporativos da Caixa Econômica Federal, Vinícius Tonidandel Borini; do gerente de Acompanhamento de Mercado da Secretaria do Tesouro Nacional, Sergio Gesteira Costa; do autor do livro Perícia Médica Previdenciária / Benefícios por Incapacidade, Claudio Trezub; da coordenadora Geral de Estudos Técnicos, Estatísticas e Informações Gerenciais, Laura Schwerz; do diretor Executivo da Stepstone, Felipe Caldas e do medalhista olímpico, André Domingos da Silva, além da belíssima apresentação do Grupo Folclórico Italo-Brasileiro de Santa Felicidade e das presenças dos atletas Maurício Lima e Marcelo Negrão, que fotografaram e deram autógrafos para o público.

Outro ponto alto do Congresso da Aneprem, o Prêmio Aneprem de Boas Práticas Previdenciárias, foi entregue aos institutos de previdência que praticaram as melhores ações e demonstraram transparência na gestão pública. Vinte e oito instituições concorreram ao prêmio. Vinte e duas foram classificadas. O Funprev Bauru-SP, ficou com o primeiro lugar na categoria de instituto de grande porte. O Navegantesprev, de Navegantes-SC, levou o troféu na categoria de instituto de médio porte. O Iprecon de Concórdia-SC, se classificou em primeiro lugar na categoria de instituto de pequeno porte. Representando o Paraná, o Previcamp, de Campina Grande do Sul-PR, conquistou o 3º lugar na categoria de instituto de pequeno porte. A lista com todos os institutos campeões consta no site da Aneprem, www.aneprem.org.br .

Os presidentes da Aneprem, Herickson Rubim Rangel, e da Apeprev, Alrenilson Cipriano, receberam retornos positivos por parte dos congressistas sobre todos os aspectos. Foram elogiadas as temáticas, os palestrantes e o local do evento.

Patrocinaram o 17º Congresso Nacional de Previdência da ANEPREM e o 11º Seminário Paranaense de Previdência da APEPREV, BBDTVM, CAIXA, Governo Federal, Mongeral Aegon, Renascença, XP Investimentos, BTG Pactual, Privatiza, Infinity, Eta Escritório Técnico de Assessoria Atuarial, Lumens, Actuarial, Genial Investimentos, LDB Empresas, AZ Legan, Zetra, Aspprev, Unietra Corretora de Valores, Quatum e StepStone.