A plataforma de hospedagem Airbnb lançou o Airbnb Luxe, segmento que oferece acesso a propriedades únicas e de estilo, como casas premiadas na Nova Zelândia e África do Sul, castelos na França e vilas históricas na Toscana, com serviços personalizados. São mais de duas mil unidades em todo o mundo, cada uma submetida a avaliação de 300 critérios, desde arquitetura, interiores, equipamentos até número de banheiros.
Por exemplo: os fãs da literatura podem procurar inspiração à beira-mar na luxuosa The Fleming Villa, vila jamaicana onde Ian Fleming se inspirou para escrever seus famosos romances sobre James Bond. Outros podem preferir total privacidade reservando uma ilha inteira com seu próprio fuso horário autodeclarado, no atol privado na Polinésia Francesa, Nukutepipi. Além de palácios e chalés, o Airbnb Luxe também abrirá as portas para acomodações dessa categoria nas cidades.
“Os viajantes de luxo de hoje estão desejando mais do que apenas acomodações de alta qualidade; eles buscam experiências que os deixem se sentindo mais conectados uns aos outros e ao seu destino”, diz Brian Chesky, cofundador CEO e chefe de comunidade do Airbnb.
Segundo a plataforma, o Airbnb Luxe se baseia na experiência em viagens de luxo que o Airbnb ganhou com a aquisição da Luxury Retreats, em 2017. Cada reserva do Airbnb Luxe dá acesso a um designer de viagens dedicado e altamente treinado, que garantirá que a estadia seja adaptada às necessidades exclusivas do viajante em todas as etapas do processo.
Depois de reservar uma hospedagem o especialista garante check-in sem esforço, coordena experiências e atividades personalizadas locais e organiza uma ampla gama de serviços, desde cuidados com crianças, chefs particulares, até massagem terapêutica na casa ou para as sessões de personal trainer em sua própria academia.
O Airbnb Luxe surge em sequência ao Airbnb Plus, implantado em fevereiro de 2018, categoria destinada a hóspedes diários do Airbnb à procura de acomodações bonitas, anfitriões excepcionais e tranquilidade adicional. Lançado inicialmente em 13 mercados no mundo inteiro, o Airbnb Plus está agora presente em mais de 300.
Lançado há 11 anos, o Airbnb – Air, Bed and Breakfast – começou de uma forma bastante simples: seus fundadores, os estudantes Brian Chesky, Joe Gebbia e Nathan Blecharczyk, encheram três colchões infláveis na sala de estar do seu apartamento em São Francisco, na Califórnia, para receber os primeiros hóspedes. A partir de então, a empresa expandiu para quartos vagos, casas inteiras, chegando ao Airbnb Plus e até mesmo aos hotéis boutique.
Legenda