A dificuldade de acesso aos cursos universitários no Brasil é algo que atinge a maior parte da população. São poucas as pessoas que têm condições de pagar um curso numa instituição privada ou bancar um cursinho preparatório para serem aprovadas em uma universidade pública, que geralmente aplicam provas bem mais elaboradas em seus vestibulares. Com tanta dificuldade assim, é fundamental que o governo invista em ferramentas necessárias para melhorar o acesso ao Ensino Superior. Um dos avanços que deve ser destacado e aplaudido é o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior.

No segundo semestre deste ano, serão ofertadas 59.028 vagas em 76 instituições públicas de ensino em todo o país. As inscrições começam nesta terça-feira e podem ser feitas até a próxima sexta-feira, dia 7, na página do programa. O número de vagas aumentou em relação ao ano passado, quando foram ofertadas, no segundo semestre, 57.271. O número de instituições participantes também cresceu, eram 68. Nesta edição, de acordo com o Ministério da Educação, estão disponíveis 64 cursos a mais para os candidatos. Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram prova do Exame Nacional do Ensino Médio em 2018 e obtiveram nota na redação acima de zero.

COMPARTILHAR
AnteriorComes&Bebes/Fondue
PróximoCharge 04-06-2019