Num trabalho harmonioso coordenado pelo Consul Argentino no Paraná, Ministro Pedro Marotta e sua equipe do Consulado e a parceria da Empresa O Boticário com seus produtos da linha masculina e vinícolas argentinas que produzem este líquido dos deuses e dos homens, o vinho da uva MALBEC, com suas qualidades especiais, varietal ou assemblages Malbec até um Rosé, comemorou-se O DIA DO MALBEC em Curitiba no Graciosa Country Club de Curitiba, numa noite de degustações, muita alegria e brindes à este vinho símbolo da Argentina.

POR QUE 17 DE ABRIL?

A festa mundial do vinho da uva Malbec, onde nestes momentos mágicos de degustações, puderam os convidados apreciarem o sucesso do vinho ícone argentino, nesta data em que em todo o mundo, onde há Embaixada ou Consulado argentino, celebra-se o MALBEC DAY, numa iniciativa da Wines of Argentina, entidade responsável pela imagem do vinho argentino no mundo que com o apoio de instituições como Ministério das Relações Exteriores da Argentina, Fundação Exportar, Governo da Provincia de Mendoza que reúne mais de 200 vinículas que se juntam para divulgar o vinho no exterior num acordo de rivais que fizeram o MALBEC ganhar o mundo e que instaurou o da 17 de abril como o dia para esta celebração deste varietal emblema através do MALBEC WORLD DAY, DIA MUNDIAL DO MALBEC. Esta data é para WINES OF ARGENTINA não só o símbolo da transformação da vitivinicultura argentina como também o ponto de partida para o desenvolvimento desta cepa, emblema do país no mundo estando entre os melhores vinhos de toda a América e do mundo e daqui sairão os melhores tintos das Américas.

A ARGENTINA VÍNICA HOJE

Falarmos sobre a enocultura na Argentina hoje é uma responsabilidade maior, pois hoje ela ocupa o quinto lugar de maior produtor mundial de vinhos, é o maior produtor de vinhos do Hemisfério Sul, e está escrevendo um novo e importante capítulo na história do Novo Mundo Vinícola e da América do Sul; é o segundo subcontinente em produção de vinhos logo após a Europa, além de ter o melhor “terroir” do mundo da uva MALBEC, em LUJAN DE CUYO e mais SAN JUAN e MAYPU em MENDOZA, região que por excelência são obtidos os melhores vinhos Gran Reserva do país que juntas produzem 90% do vinho do país, com clima especial, baixa pluviosidade, sol forte de dia e queda de temperatura a noite  tudo isto a faz merecedora de ser parte das oito capitais mundiais do mundo vínico como Florença, O Porto, Bordeaux etc. Tornou-se a bebida nacional da Argentina pelo decreto assinado pela Presidente Cristina Kirchner desde novembro de 2010- As exportações de vinho engarrafado chegam a quase USD 01 bilhão de dólares, e representam quase 5% do mercado mundial.- Só o mercado interno absorve 65% da produção. Produz 1.584 bilhão de ml – Media de consumo per capita 32,1 L/Ano – Faturamento de mais de 2 bilhões de USD – Emprega mais de 350.000 pessoas – atingiu mais 2 milhões de Enoturistas para Mendoza sendo quase um milhão de estrangeiros hoje um dos principais pólos de Enoturismo no mundo pela sua excelente infra-estrutura. Tudo isto faz jus às homenagens prestadas no MALBEC DAY à sua uva insígne, onde se presta uma homenagem a todos que contribuíram para esta efeméride mundial no mundo vínico. Foi um longo caminho percorrido, mas que com muito esforço, luta e garra valeu à pena. É assim que se faz história de um país. Leia mais em nosso livro sobre vinhos VINUM VITA EST-A HISTÓRIA VISTA PELO VINHO editado pela Editora Prismas de Curitiba, sucesso de vendas em nossos cursos e palestras ministrados, numa viagem didática e cultural ao apaixonante universo da Enologia e Coluna Vinum Vita Est  www.icnews.com.br . e agora também na Biblioteca Pública do Paraná à disposição dos leitores.

PARABÉNS Á ARGENTINA VÍNICA . O MUNDO RENDEU-SE À COR PÚRPURA DO MALBEC.

Osvaldo Nascimento Juniors.

Advogado, Empresário, Enófilo, Sommelier, Colunista, Consultor, Palestrante Professor de Cursos de Vinhos, autor do livro sobre Vinhos ViNUM VITA EST – A HISTÓRIA VISTA PELO VINHO.