Wood Hotel: 23 apartamentos de alto padrão

Um hotel design, com 23 apartamentos, com destaque para itens como arquitetura, arte e gastronomia, anunciado como ideal para “famílias e casais apaixonados”: assim será o Wood Hotel (r. Mário Bertoluci, 48, Centro), que o Grupo Casa da Montanha inaugura em outubro na cidade de Gramado (RS), às vésperas da abertura de um dos mais importantes eventos da Serra Gaúcha, o Natal Luz, que atrai milhares de turistas todos os anos. E também do Festuris Gramado – Feira Internacional de Turismo, de 8 a 11 de novembro.

O Wood – que tem a madeira como elemento central da decoração, que privilegia tons neutros e terrosos – soma-se a outros empreendimentos de alto padrão do Grupo Casa da Montanha, também em Gramado:  o Casa da Montanha e o Petit Casa da Montanha, ambos no centro da cidade, e o Parador Casa da Montanha, um glamping (palavra que combina glamour com camping) localizado próximo aos cânions de Cambará do Sul. As reservas já podem ser feitas em woodhotel.com.br, para hospedagem a partir de 12 de outubro.

Sobre o novo empreendimento, destaca o diretor de marketing do Grupo Casa da Montanha, Rafael Peccin: “Sempre estamos em busca de novidades do setor hoteleiro. Para conceber o Wood Hotel, buscamos inspirações em várias partes do mundo até chegar ao conceito de um hotel contemporâneo, com atendimento despojado e voltado para um público com espírito jovem, globalizado. O Wood Hotel poderia estar em centros urbanos como Londres ou Nova York. Ao mesmo tempo, ele é muito ligado à região da Serra Gaúcha; demos muita ênfase a parcerias com nomes locais que agregam valor ao estabelecimento”.

Segundo Peccin, nos 23 apartamentos e áreas comuns é possível conferir obras de artistas aclamados da região sul. Entre os destaques, “Topomorfose”, um painel texturizado de madeira que envolve a lareira do lobby e desenvolvido pela designer e artesã Heloísa Crocco. Ainda no ambiente, um tapete artesanal criado pela artista plástica Inês Schertel, conhecida pelas criações com lã de ovelha inspiradas nos cenários dos Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul, e a mata nativa de araucária.