Whoop, libertária e maleável

3

Nascida unissex há cinco anos, a Whoop desembarcou na Zero Grau dentro do clima da diversidade de gêneros, tema dessa edição que fez uma prévia do que os lojistas mostrarão em suas vitrines a partir de março. Livre e solta, a marca, tem numeração do 33 aos 44, sendo 80 por cento de sua produção comum de dois. E, inclusive, permite aos lojistas que encomendem cabedal em outras cores, conforme o gosto da clientela.
Com a cultura surf e skate estão cada vez mais forte como tendência, esportes ao ar livre e luxo atlético são os temas de inspiração. Recortes a laser e sem forro permitem peças maleáveis. A preocupação com o meio ambiente, que identifica a marca, se mantém com os solados feitos a partir de resíduos de borracha e compostos.
Ao lado dos debruns na vira dos tênis, chamam atenção o uso de malhas e tecidos casuais com lonas, veludo, carmuça e nylon. A valorização dos itens da natureza está presente em tecidos de linho a algodão, que agregam valor de conforto aos calçados. A coleção traz ainda materiais que protegem contra as intempéries, ao mesmo tempo que dão um ar sofisticado aos produtos, com brilhos sutis.
Peles e tecidos com aspecto de couro proporcionam modelos mais sofisticados, aptos para desfrutar uma balada. Os florais são utilizados de forma sutil, em opções ora coloridas, ora em preto e branco.