O balanço da Sanepar relativo ao terceiro trimestre de 2018 mostra que a receita líquida da companhia cresceu 3,6% nos meses de julho, agosto e setembro, na comparação com o mesmo período do ano passado. No acumulado até setembro o aumento da receita foi de 7,7%, também em relação à 2017.

De acordo com o diretor financeiro e de Relações com Investidores da Sanepar, Paulo Battiston, o resultado está relacionado ao controle efetivo dos custos da companhia, refletindo a implantação do processo regulatório ocorrido em 2017.

“Parte deste resultado também foi alcançada em função de programas de aposentadoria incentivada e de demissão voluntária que repercutiram na redução do quadro de pessoal em mais de 5% em 2018”, disse.

O diretor mencionou também o aumento de 2,2% do número de economias de água e o significativo crescimento das economias de esgoto de 4,8%. Ele explica que esse é um reflexo do esforço da companhia na realização do seu plano de investimentos. As empresas de saneamento usam o termo “economia” para se referir às ocupações comprovadamente independentes entre si dentro de um prédio ou de um condomínio. São os apartamentos ou as casas que não possuem ligação individual de água ou esgoto, mas compartilham uma mesma ligação, com uma só conta para todos.

Battiston destacou também a política de transparência da Sanepar e a adoção de práticas de governança corporativa. “Neste ano, a empresa recebeu pela primeira vez o Troféu Destaque Melhor Demonstração Contábil de 2017 na categoria de empresas com receita liquida de até R$ 5 bilhões, entregue pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade”.