Dezenas de pontos históricos e culturais fazem parte do roteiro com visitas guiadas

Um projeto chamado Rotas Culturais – que pretende contribuir para a valorização de áreas do Rio de Janeiro, como o Centro Histórico e a Zona Portuária e adjacências, baseado em visitas guiadas gratuitas, está sendo desenvolvido pelo Instituto Cultural Cidade Viva (ICCV), em parceria com a empresa HCTUR – História, Cultura e Turismo, Hotéis Rio (Associação de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro), Polo Região Portuária e Sebrae/RJ. E é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura e Rede Windsor Hoteis, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Lei do ISS/RJ).

Gerente de marketing da Rede Windsor de Hotéis, uma das apoiadoras, Vitor Almeida, destaca: “Queremos ser referência no setor hoteleiro como fornecedores de conteúdo sobre o Rio de Janeiro”. Para ele, clientes corporativos – como os dos hotéis Guanabara, Flórida e Astúrias, localizados no centro da cidade e no Flamengo – ganham motivos para esticar a estada e usufruir da região no fim de semana enquanto o boca a boca ajuda a divulgar o Centro como uma ótima opção de hospedagem em viagens de lazer.

O projeto conta com uma atualizada programação das atividades e manifestações culturais das regiões da Zona Portuária, Cinelândia e Glória e oferece mapa com pontos culturais de interesse. A primeira fase teve oficinas de capacitação também com funcionários de diversas áreas da Rede Windsor Hotéis e visita guiada pela historiadora Priscila Monteiro, uma pioneira no turismo histórico e cultural no Rio, que passa a orientar os grupos ao longo dos roteiros, que são três:

Rio de Glórias: abrangendo o Palácio do Catete (visita interna e jardins), caminhada pela praia do Flamengo, edifício Manchete, Hotel Glória, praça Luís de Camões (visita ao Memorial Getúlio Vargas – subterrâneo), Outeiro da Glória (visão panorâmica); Flamengo, pela avenida Praia do Flamengo, e o monumento aos Mortos da Segunda Guerra Mundial (Monumento aos Pracinhas).

Cinelândia, no percurso com: cine Odeon, Centro Cultural da Justiça Federal, praça-monumento Marechal Floriano Peixoto, Biblioteca Nacional, Theatro Municipal, Palácio Pedro Ernesto (Reforma de Pereira Passos), largo da Carioca – Convento de Santo Antônio, praça XV (através da rua Sete de Setembro): Antiga Sé, Paço Imperial, travessa do Comércio e Arco do Telles (lendas urbanas), rua do Ouvidor, Centro Cultural Banco do Brasil, Casa França-Brasil  e igreja da Candelária.

Pequena África: largo de Santa Rita – antigo depósito de escravos, rua do Acre – Prisão do Aljube, rua Camerino, largo de Depósito, Mercado de Escravos do Valongo, Jardim Suspenso do Valongo, Cais do Valongo, Pedra do Sal, Sacadura Cabral, praça da Harmonia e Instituto Pretos Novos.

Os passeios contam também com breve oficina de história sobre os pontos que serão visitados. Os interessados podem se inscrever em institutocidadeviva.org.br/rotas-culturais ou pelo 21. 2233-3690. Informações também estão em facebook.com/VisitasGuiadasRotasCulturais.