Regional Boqueirão combate alagamentos

Na quarta-feira, a Regional Boqueirão fez a primeira edição da Quarta Cidadã. Aproveitando o intenso movimento no santuário Nossa Senhora do Carmo, a iniciativa procura atrair a população que circula pela região para os serviços prestados na Rua da Cidadania; será realizada uma vez por mês. A ação complementa o trabalho que vem sendo realizado desde o início da gestão. O prefeito Rafael Greca determinou a todos os dez administradores regionais um esforço para colocar a manutenção em dia e atender de perto a população.
Encaminhando adequadamente as demandas e fazendo os serviços de forma ágil e eficiente, mesmo diante das dificuldades enfrentadas pelo passivo deixado pela gestão anterior.

O administrador regional do Boqueirão, Ricardo Dias, conta que a situação encontrada neste início de gestão é crítica e vem exigindo um esforço grande de recuperação.

“A demanda é muito grande nas áreas de segurança, saúde e melhoria das ruas”, diz ele. “Mas a população já está vendo que o trabalho está sendo feito.”

Além de colocar as equipes nas ruas para fazer tapa-buracos e roçadas e limpar bocas de lobo, há uma permanente interlocução com representantes da comunidade, em reuniões para discutir e encaminhar as demandas, afirma Dias.

“A gente se reúne permanentemente com todo mundo, empresários dos bairros, lideranças comunitárias, conselhos locais de segurança, vereadores, para saber a melhor forma de resolver os problemas.”

Combate a alagamentos

Área sensível de alagamentos, a Regional Boqueirão vem recebendo serviços contra o problema. Quatro escavadeiras e equipes coordenadas pela Secretaria de Obras limpam o leito do Rio Belém.

Além disso, desde o início de janeiro e até o fim da primeira quinzena de fevereiro, já foram atendidas 239 solicitações para serviços de limpeza de caixas de lobo, assentamento de tubos e desobstrução de galerias pluviais. “Essas atividades de manutenção são fundamentais, principalmente em época de chuvas, como agora”, afirma Dias.

Tapa-buracos e roçada

A manutenção também é feita com roçadas e tapa-buracos. Segundo Dias, os quatro bairros da regional – Boqueirão, Alto Boqueirão, Hauer e Xaxim – estavam com inúmeras ruas cheias de “panelões” (buracos grandes) e muitas áreas com mato alto.

Com o tapa-buraco, foram atendidas 296 solicitações, num total de 25,3 quilômetros de ruas arrumadas.

Já o trabalho de roçada atendeu 139 solicitações, derrubando mato de uma área total de 237,9 mil metros quadrados. “Estamos reduzindo um passivo acumulado, mas os problemas já começaram a diminuir, como determinou o prefeito Rafael Greca”, diz Dias.

Praças

O setor de iluminação também recebeu atenção. Um dos tracionais pontos da regional, a praça das Menonitas recebeu nova iluminação pública.

Já a ciclofaixa da Praça Nossa Senhora do Carmo recebeu melhoria de sinalização. Uma medida simples, mas que ajuda a diminuir os conflitos entre pedestre e ciclistas que circulam pelo local, especialmente nas quartas-feiras de novena, quando 15 mil pessoas passam pelo santuário.

Outro ponto de convivência da região que recebe melhorias é a Rua da Cidadania. A quadra poliesportiva do local está sendo reformada – trabalho que deverá estar pronto até o fim de março. O piso de concreto está sendo trocado, as tabelas de basquete trocadas e a cobertura estendida para bloquear a entrada da chuva.

“Sabemos que a situação não está a ideal, mas com muito trabalho vamos cumprir a orientação do prefeito e atender bem os moradores dos bairros”, resume Dias.

Os quatro bairros da regional Boqueirão somam quase 206 mil moradores, segundo estimativa atual feita pelo Ippuc com base nos dados do IBGE. Ela é a quarta regional mais populosa da cidade.

Leia Também: