O próximo Honda Fit já está sendo testado para lançamento no segundo semestre de 2019. O monovolume japonês será o primeiro da nova geração de compactos da marca e se espera que traga boas novidades para o mercado, especialmente no brasileiro. Pelo que se sabe até agora, a minivan estreará um novo sistema híbrido mais eficiente, que não está garantido para cá.

Mas, o que deve realmente vir é o motor P10A, que é o 1.0 VTC Turbo, aquele motor de três cilindros com turbo e injeção direta que a Honda “está devendo” há algum tempo para o Fit e companhia, mas que agora deve virar realidade, ainda mais que o Rota 2030 exige 11% de redução de consumo nos próximos cinco anos.

Mas como será esse novo Fit? Uma projeção do site japonês Bestcarweb, feito com base em flagrante recente, mostra como deverá ser o próximo compacto. O layout geral do modelo continuará com seu capô curto, colunas A bem avançadas e dotadas de vigias, assim como traseira truncada.

O Novo Fit é esperado com faróis grandes e dotados de projetores individuais, assim como LED diurno envolvente. A grade terá um bloco maciço na parte superior e duas aberturas estreitas mais abaixo. O para-choque novamente será mais limpo visualmente e dotado de barras de LED para função neblina. Podemos até imaginar o facelift de meia vida do protetor com spoiler e linhas mais agressivas…

A linha de cintura continuará alta, mas as vigias laterais das colunas C terão moldura diferente para marcar o próximo Fit. A traseira terá lanternas grandes e horizontais, ligando vigia e carroceria, obviamente cortadas pela tampa do bagageiro. Um aplique preto une as duas lentes. E o interior?

Ainda não foi visto o habitáculo, mas não espere algo muito distante do atual, mantendo assim o DNA do Fit, mesmo com o aplique de mais tecnologia. O banco traseiro com múltiplos ajustes deve continuar. Elétrico? Por ora, nenhum rumor fala sobre isso, mas como se trata de um produto estratégico para a Honda, a eletrificação total é quase uma obrigação.

Fonte: bestcarweb.jp