Prefeitura mostra práticas de educação ambiental

A equipe responsável pela promoção de práticas de educação ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente participa, até hoje, do Encontro Paranaense de Educação Ambiental (Epea), na Reitoria da Universidade Federal do Paraná.
Para a gerente de Educação Ambiental da secretaria, Leila Maria Zem, a participação no Epea ajuda a dar visibilidade para as ações do município e a repercutir atitudes sustentáveis junto à população. “Já buscamos em nossos projetos e programas o envolvimento da comunidade, porque isso traz mais sucesso nos resultados”, afirmou. “Curitiba já é uma referência ambiental”, completou.
Os projetos Olho D’Água e Bosque Escola, que têm como público-alvo os alunos da rede municipal de ensino, foram os destaques da I Mostra Paranaense de Educação Ambiental, que aconteceu na tenda montada no pátio da Reitoria. Eles tratam, respectivamente, da limpeza e preservação dos rios e das margens e da importância de se conhecer e cuidar dos bosques urbanos.
De acordo com a responsável pelo Olho D’Água, Marinê Corasolla, a experiência de ir até o rio e fazer a coleta de água para análise é o que mais chama a atenção dos alunos. “O programa atende alunos do 5º ano e as professoras continuam a sensibilização em sala de aula”, explicou.
No Bosque Escola, detalhou Cynthia Hauer Leitão, os estudantes têm a oportunidade de conhecer melhor os biomas e a fauna dos bosques urbanos. Os professores recebem material de apoio com informações e atividades que podem ser aplicadas em sala de aula.
A Secretaria do Meio Ambiente ainda desenvolve o projeto Adote uma Árvore. As escolas participantes recebem certificados após ações de plantio de mudas nativas envolvendo os alunos. As mudas são produzidas pelo Departamento de Produção Vegetal e os plantios, em geral, acontecem próximos a rios e canais.
O Ecocidadão, projeto social que envolve e incentiva a reciclagem de resíduos sólidos com as associações de catadores de material reciclável, também foi exposto durante o Encontro de Educação Ambiental.
“O material é classificado e comercializado por eles, gerando dignidade e renda para as famílias”, finalizou.

A Secretaria Municipal de Educação também esteve presente no Epea, apresentando diversos projetos desenvolvidos nas escolas municipais em atividades de Educação Ambiental. Os visitantes puderam conferir também as principais rotas turísticas de Curitiba com os materiais apresentados pelo Instituto Municipal de Turismo.

O Epea

O evento, que chega à 16ª edição em 2017, tem como objetivo principal a promoção de debates para solucionar as principais questões ambientais.

Leia Também: