Praça Osório espaço de lazer no Centro

A revitalização dos espaços urbanos é uma das estratégias da Prefeitura de Curitiba para recuperar a região Central. A Praça Osório é um dos grandes exemplos disso. Recentemente, o local ganhou obras de manutenção e uma nova estação de ginástica e alongamento, entregue nas comemorações dos 324 anos da cidade.

O engraxate Manoel Antunes da Silva, que trabalha há 16 anos no local, acompanhou as mudanças. “Nos últimos anos, vimos a praça ser abandonada e as pessoas deixando de frequentar”, lamentou. Segundo ele, agora, principalmente com a presença da Guarda Municipal, a situação começa a mudar.

A sensação de segurança  – com a unidade móvel da Guarda Municipal a postos e as rondas que o efetivo faz durante a noite – fez com que as pessoas voltassem a passear pela Praça Osório. “Eu criei meus filhos aqui quando tudo era mais tranquilo”, contou a aposentada Paula Borges da Silva, que mora há mais de 50 anos na região.

Paula voltou a colocar o local em sua rotina de lazer e passeia com seu cachorro três vezes ao dia, após as melhorias feitas pela Prefeitura. E percebe que mais gente que mora ou trabalha perto da praça passou a fazer o mesmo. “Fiquei muito feliz com a revitalização e isso estimula os frequentadores a cuidar da cidade também”, avaliou.

Entre os serviços executados pelas equipes do Departamento de Parques e Praças da Secretaria Municipal do Meio Ambiente estiveram reforma do pétit-pavé, conserto e pintura das floreiras, bancos, lixeiras, alambrados, mesas de xadres e arcos. Houve ainda a reposição das floreiras e reforma dos canteiros. As árvores foram podadas e o calçamento, lavado.

De fora

As novas flores chamaram a atenção da aposentada Maria Joana Alves de Oliveira, que mora em São Mateus do Sul, mas vem a Curitiba a cada três meses para um tratamento de saúde. “Está pintado e limpo, gostei muito das flores que foram plantadas”, contou. Ela costuma chegar de madrugada e espera em um dos bancos da praça, geralmente com uma das filhas, pelo horário da consulta médica. A última vez que ela esteve na cidade foi em janeiro.

Na hora

Em meados de fevereiro, o relógio da Praça Osório, parado há mais de quatro anos, recebeu trabalhos de limpeza, manutenção e voltou a funcionar com a substituição da máquina e troca da fiação. A nova caixa com a máquina do relógio foi também reforçada para garantir a segurança e evitar novas ações de vandalismo ou furtos.

Palavras-chave:

Leia Também: