O Fluminense quebrou um jejum de seis jogos sem vitória ao bater o Sport por 2 a 1, na tarde deste domingo, na Ilha do Retiro, em Recife, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro triunfo do time sob o comando do técnico Marcelo Oliveira, que substituiu Abel Braga durante a pausa da competição motivada pela Copa do Mundo, foi conquistado com dois gols de Pedro, um deles um golaço de letra no final da partida.

Com os dois tentos, Pedro assumiu a artilharia da competição nacional. Ele tem os mesmo nove gols de Róger Guedes, mas, como o ex-atacante do Atlético Mineiro foi vendido ao futebol chinês, é questão de tempo para o jovem do Fluminense se isolar na ponta da artilharia.

O resultado deixa o time carioca na 11ª posição, com 18 pontos, um a menos do que o Sport, na décima colocação. O time pernambucano chegou à marca de quatro jogos sem vencer e sofreu sua segunda derrota seguida, já que no meio de semana tinha perdido para o Ceará, por 1 a 0.

O Sport começou o jogo mais atento, com a marcação adiantada e procurando logo seu gol. Mas, na primeira descida ao ataque, o Fluminense abriu o placar aos 17 minutos. Léo, do lado direito, fez o cruzamento para a área em direção a Pedro. O atacante deu uma bela virada, a bola tocou no pé da trave e entrou. Magrão ainda saltou, mas não impediu o tento.

A reação da equipe pernambucana foi rápida e veio dois minutos depois do gol sofrido. Rafael Marques soltou a bomba pelo lado esquerdo do ataque e o goleiro Júlio César rebateu para frente. Gabriel bateu de primeira e deixou tudo igual. Após o empate, o time carioca se intimidou e apenas se defendeu, sem mostrar nenhum poder ofensivo. O goleiro Magrão se tornou um mero espectador.

O Sport aproveitou o domínio em campo para criar outras chances. Aos 27 minutos, Michel Bastos levantou e Fellipe Bastos desviou de cabeça para a grande defesa de Júlio César que mandou por cima do travessão. Michel Bastos também quase marcou aos 44 minutos numa cobrança de escanteio e com efeito. Júlio César deu um tapinha e a bola ainda bateu no travessão antes de sair.

No intervalo, o técnico Marcelo Oliveira deu uma boa acertada no time carioca. Tirou o volante Dodi para a entrada do atacante Júnior Dutra, emprestado nesta semana pelo Corinthians. O objetivo era ter alguém mais perto a Pedro para segurar os defensores do Sport. Além disso, adiantou a marcação na saída de bola.

As chances de gols começaram a aparecer. Aos oito minutos, Pedro recebeu na frente da área e bateu de curva, perto do gol. Dois minutos depois, Júnior Dutra fez o passe para Marcos Júnior nas costas da defesa, que errou na linha de impedimento. Ele cruzou e Pedro bateu de novo para fora. Pedro só acertou um chute forte aos 16 minutos, mas desta vez Magrão saltou e espalmou a escanteio.

O Sport ainda tentou sair da defesa, mas não foi eficiente e passou a dar espaços para os contragolpes do Fluminense. O gol da vitória saiu numa falha do zagueiro Ronaldo Alves, que perdeu a bola para o também estreante Everaldo, emprestado pelo São Bento de Sorocaba. Ele entrou na área, foi bloqueado e a bola acabou sobrando para Júnior Dutra do lado direito. O cruzamento foi perfeito para a pequena área e Pedro tocou de letra para as redes. Um golaço aos 40 minutos.

O Sport agora volta a campo na próxima quinta-feira, pela 15.ª rodada, diante do Vitória, no Barradão, em Salvador, a partir das 19h30. Na quarta-feira, às 19h30, o Fluminense abre a rodada contra o Palmeiras, no Maracanã, no Rio.