O Paraná levou a melhor no duelo de desesperados da 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. No estádio Durival Britto, em Curitiba, o time paranaense venceu o América-MG por 1 a 0, na tarde deste domingo, e ganhou fôlego na luta contra o rebaixamento. O atacante Rodolfo fez o único gol do confronto.

O resultado fez o Paraná aliviar a pressão, mas não foi suficiente para deixar o grupo do descenso. Isto porque a equipe chegou aos 13 pontos e ficou na 18ª colocação, logo abaixo do América-MG, que, com a derrota e o triunfo do Bahia, parou nos 14 pontos e caiu para o 17º lugar, encabeçando a zona de risco da tabela.

O duelo era decisivo para os dois lados. Por isto, o começo foi intenso. Mesmo fora de casa, o América-MG tentou tomar o controle da partida e esteve mais no campo de ataque. Christian e Marquinhos tiveram oportunidades, mas erraram na finalização. Usando a velocidade, o Paraná respondeu em finalização de Nadson, que parou na defesa tranquila de João Ricardo.

Em sua segunda subida ao ataque, o time da casa abriu o placar. Aos 14 minutos, Silvinho fez jogada individual pela direita e cruzou para Caio Henrique, que finalizou de primeira. No meio do caminho, Rodolfo desviou de cabeça, em posição legal.

O América-MG tentou responder em seguida após boa subida de Wesley. Em passe longo, o meia não alcançou a bola e facilitou para Thiago Rodrigues. O tempo foi passando e o jogo esfriando. O Paraná tentou recolocar fogo no duelo ainda no primeiro tempo.

Caio Henrique obrigou João Ricardo fazer boa defesa em contra-ataque. No lance seguinte, foi a vez de Júnior tentar e assustar o goleiro americano. A resposta do América veio com Ademir. Thiago Rodrigues saiu do gol para tentar cortar bola longa, mas ficou no meio do caminho. O atacante tentou por cima, mas errou o alvo, perdendo boa chance.

O Paraná voltou mais ligado depois do intervalo e obrigou João Ricardo a trabalhar logo no primeiro minuto. No mesmo lance, Rodolfo e Nadson tentaram, mas pararam no camisa 1 americano. Aos sete minutos, Carlos chegou a balançar as redes com estilo, mas a arbitragem assinalou impedimento e invalidou o lance.

Apesar das tentativas, o América-MG não teve forças para reagir, mesmo com as trocas do técnico Ricardo Drubscky. Ruy e Gerson Magrão entraram para tentar dar nova movimentação ao time, mas os mineiros seguiram pouco inspirados. Quem se aproveitou disso foi o Paraná, que seguiu controlando o jogo e garantiu a importante vitória neste confronto direto contra a degola.

O Paraná volta a campo contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, às 21 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Um dia depois, o América-MG encara o Internacional, às 20 horas, no mesmo local.