O Centro de Artes Visuais do Museu do Barro de Assunção, capital do Paraguai, abre nesta sexta dia 30 a exposição Aura Latente: Arte Contemporânea no Paraguai – Possíveis Linhas de Fuga. A mostra integra a edição comemorativa aos 25 anos de fundação da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, que no decorrer de 2018 apresenta diversas exposições em Curitiba e de outras cidades da América do Sul.
O curador Tício Escobar reúne em Aura Latente mais de 50 criações de vários artistas e coletivos. A exposição se completa com um ciclo de audiovisuais. Com apoio da Fundação Itaú, visitação até 28 de fevereiro.