As pastas – homus, coalhada, babaganuch – são temperadas com especiarias

Além de seu endereço vizinho da área central (av. Vicente Machado, 1482), cuja delicadeza da decoração o qualifica como um dos mais belos interiores de restaurantes de Curitiba, o Nayme Culinária Árabe promove seus aromas e sabores agora também na Mercadoteca (r. Paulo Gorski, 1309, Mossunguê). O novo Nayme, que reproduz em escala reduzida o cardápio que o consagrou na matriz, ocupa um espaço logo na entrada daquele complexo gastronômico.

Para o Nayme-Mercadoteca, a chef e restauratrice Yasmin Zippin Nasser programou um prato para cada dia da semana: terça-feira é dia de charutinhos de parreira cozidos em panela de ferro, arroz com aletria e tabule; na quarta tem abobrinha recheada com arroz, carne, tomate, mais molho de tomate artesanal e salada fattouche; quinta, Chich Barak, prato árabe com mini pastéis de massa fresca recheados de carne e amêndoas mergulhados em sopa de coalhada mais pão árabe feito na hora.

Na sexta-feira, o prato do dia tem quibinhos cozidos na coalhada e recheados com carne, nozes e amêndoas, acompanhados de pão árabe feito na hora. No sábado e domingo, arroz com lascas de cordeiro, cebola caramelizada crocante, snoubar (pignole), tâmaras e figo turco. Os preços variam de R$ 24 a R$ 28.

Há também uma oferta de saladas, como Nayme, Yasmin, Diana, Fattouche e tabule, afora pastas de grão de bico, berinjela, coalhada, quibe cru e frito, esfihas, sanduiches de kafta e de falafel, coxinhas de abóbora, entre outros, e molhos diversos, com destaque para o de menta.