A Maria Fumaça (locomotiva Mogul 11) irá circular iluminada pela primeira vez e a peça Rumo ao Natal será encenada para as comunidades vizinhas da ferrovia em Curitiba, Morretes, Pinhais, Cachoeira, Piraquara, Lapa, Paranaguá e Alexandra, a partir desta sexta dia 30, às 20h30.
A peça será encenada em um palco às margens do trilho e o cenário será com projeções. E o Papai Noel, ao invés de renas, vai viajar de trem.
A Cia. Artística Vaporzeiro fará doze apresentações grátis, numa realização das produtoras Rumo e Remix, com apoio do MinC, Serra Verde Express e Associação Brasileira de Preservação Ferroviária. “Essa Maria Fumaça é centenária. Além de preservar a memória ferroviária, também é uma oportunidade de levar ao público a magia e as luzes do Natal”, diz a coordenadora de Comunicação e Engajamento da Rumo, Carmen Maron.
O espetáculo conta a história de 134 anos da Mogul 11, lembrada pelo avô à neta. E Papai Noel ganha uma carona. “A neta abre mão do presente para que o avô possa realizar o sonho de reencontrar a Maria Fumaça. Nossa mensagem é o abraço e a solidariedade. Este sim é o espírito do Natal: olhar com amor para o outro”, adianta o diretor, roteirista e ator do espetáculo, Richard Rebelo.
Utilizada na construção da ferrovia Norte do Paraná, a Mogul “Maria Fumaça” 11 foi fabricada nos Estados Unidos em 1884, sendo uma das primeiras a circular no histórico percurso Paranaguá-Curitiba. “Até onde temos notícia, essa é a terceira locomotiva mais antiga em operação no Brasil. É uma grande alegria poder resgatar a memória afetiva do público com essa máquina”, diz o maquinista Rodrigo Dolenga, diretor regional de operações da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária.
A estreia da peça será nesta sexta, às 20h30, em Curitiba ( Rua Emílio Bertolini, 100). Em Pinhais, será no sábado e em Piraquara no domingo. O cronograma e viabilidade das apresentações dependerão das condições do tempo em cada cidade e também do tráfego da ferrovia. A programação completa está disponível no site www.rumoaonatal.com.br.