Entrada de dólares supera saída em US$ 8,991 bi no ano até 1º de dezembro, diz BC

1

O fluxo cambial do ano até 1º de dezembro (última sexta-feira) está positivo em US$ 8,991 bilhões, informou nesta quarta-feira, 6, o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era negativo em US$ 1,836 bilhão.

A saída líquida de dólares pelo canal financeiro neste ano até 1º de dezembro foi de US$ 37,746 bilhões. Esse resultado é fruto de entradas no valor de US$ 430,005 bilhões e de envios no total de US$ 467,751 bilhões. Este segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Já no comércio exterior, o saldo anual acumulado ficou positivo em US$ 46,736 bilhões, com importações de US$ 129,180 bilhões e exportações de US$ 175,916 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 26,257 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 46,952 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 102,707 bilhões em outras entradas.

Novembro

Depois de registrar entradas líquidas de US$ 3,912 bilhões em outubro, o fluxo cambial do País registrou resultado negativo de US$ 636 milhões em novembro, informou o Banco Central. Com isso, também foi interrompida a sequência de dois meses consecutivos de fluxo positivo.

A saída líquida de dólares pelo canal financeiro em novembro foi de US$ 2,444 bilhões, resultado de aportes no valor de US$ 36,341 bilhões e de retiradas no total de US$ 38,785 bilhões.

No comércio exterior, o saldo de novembro ficou positivo em US$ 1,808 bilhão, com importações de US$ 12,662 bilhões e exportações de US$ 14,470 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,352 bilhões em ACC, US$ 4,139 bilhões em PA e US$ 7,979 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial da semana passada (de 27 de novembro a 1º de dezembro) ficou positivo em US$ 1,410 bilhão, informou o Banco Central.

Considerando toda a semana, a retirada líquida de dólares pelo canal financeiro foi de US$ 1,247 bilhão, resultado de entradas no valor de US$ 10,843 bilhões e de envios no total de US$ 12,090 bilhões.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 2,657 bilhões no período, com importações de US$ 3,224 bilhões e exportações de US$ 5,881 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 762 milhões em ACC, US$ 2,317 bilhão em PA e US$ 2,802 bilhões em outras entradas.