Dançar faz bem para o corpo e a mente

Como o corpo se movimenta como um todo, Janaina explica que os ganhos vão além do emagrecimento

Dançar é uma das atividades físicas que mais ajuda na perda de calorias. Fisiologistas contam que, fazer 30 minutos de balé, por exemplo, o gasto calórico chega a 220 calorias. Já no samba a perda é de, aproximadamente, 105kcal. De acordo com a professora Janaina Moreira, da Companhia Athletica Curitiba, a dança só traz benefícios ao corpo. “A dança trabalha o corpo como um todo, literalmente dos pés à cabeça. Seus benefícios são inúmeros e vão desde os níveis físicos aos emocionais”, afirma.

 

A professora comenta que, na dança, não há como isolar nenhum grupo muscular. “Uma vez  dançando, você trabalha o seu corpo de forma global, incluindo membros inferiores e superiores quase que ao mesmo tempo”, revela. Segundo ela, os grandes grupos musculares são recrutados para produzir o movimento. “Quando dançamos, mexemos os tríceps sural, tibial anterior,  ísquios tibiais, quadríceps, glúteos máximo e médio, paravertebrais, grande dorsal, abdômen, cintura escapular, bíceps e tríceps”, ensina.

 

Como o corpo se movimenta como um todo, Janaina explica que os ganhos vão além do emagrecimento. “Os ganhos físicos vão desde a definição e o tônus muscular, a mobilidade articular, a força, a potência até a agilidade”, conta. Já na questão psicológica, ela comenta que há melhora na consciência corporal, na autoestima, no alívio do estresse cotidiano, entre outros. “A dança é um exercício físico, libera hormônios (endorfina e noradrenalina) que atuam diretamente na sensação de bem estar e prazer, regularizando e equilibrando os processos cerebrais que resultam na melhora do estado emocional do indivíduo. Ou seja, a dança é um remédio natural”, ressalta.

 

E quem pensa que dançar é só para determinadas idades, Janaina salienta: “A dança é universal. Desde o princípio, a humanidade dançava para consagrar a energia e o poder da natureza. Já faz parte da nossa corporeidade. A única diferença é que uns se permitem despertar pra ela e outros não. A dança é para todos, desde a criança ao idoso”, ressalta. Segundo ela, devido ao contexto cultural, são as mulheres que possuem mais facilidade na prática, mas isso não significa que homens precisem ter vergonha de dançar. “As mulheres possuem mais facilidade de expressão corporal comparado aos homens, pois elas se permitem com mais flexibilidade e desinibição à exposição, sem a preocupação do que as pessoas irão achar delas. A dança nunca foi somente um papel feminino. Não importa o sexo, todas as pessoas deveriam experimentar os benefícios que a energia da dança transmite.”

 

A Companhia Athletica Curitiba está localizada no piso G6, do ParkShoppingBarigüi. Para mais informações sobre a academia, o contato é o (41) 3241-5000. Acompanhe também todas as novidades nas redes sociais: Facebook e Instagram.

 

 

Leia Também: