O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, disse na manhã desta sexta-feira que não negocia mais a contratação do centroavante Henrique Dourado, do Fluminense. O mandatário disse não ter conseguido entrar em um acordo com o time carioca, que também está nos Estados Unidos para a disputa da Copa Flórida, o que impediu a evolução do negócio.

“Não tem mais nada, nem interesse tenho mais. No meio do caminho acontecem algumas situações, você desiste. Demonstrei interesse, mas o Fluminense não quer liberar, vou fazer o quê? Ficar insistindo? Vida que segue”, afirmou o dirigente alvinegro, em entrevista concedida à Rádio Bandeirantes , pondo fim a uma tratativa que parecia cada vez mais perto de acontecer.

O problema nas conversas se deu justamente na hora em que o jogador, já seduzido pelo interesse corintiano, encontrou entraves para conseguir a liberação do seu contrato com os cariocas. Com multa rescisória na casa dos R$ 17 milhões, ele tentava baixar o valor para que o Corinthians exercesse sua vontade de contar com um dos artilheiros do Brasileiro, justamente para substituir o outro, Jô, negociado com o Nagoya Grampus-JAP.

Vale lembrar que, apesar da postura adotada pelo presidente, recentemente ele chegou a descartar a contratação de Júnior Dutra publicamente pela manhã. No final da tarde, no entanto, o Corinthians já havia assegurado a aquisição do atacante ex-Avaí.

A princípio, Dourado era a única opção corintiana para o setor, atualmente com Kazim, Danilo e Carlinhos como opção. Diante do PSV-HOL, na quarta-feira, Carille improvisou o próprio Dutra no setor, gostando do que viu. Ainda há, no entanto, o pedido para a chegada de um goleador, visando, principalmente, à disputa da Libertadores.

Fonte: site Terra