Cores e composições para paredes

Não são apenas as tintas que podem dar cor às paredes. Para a Portobello, líder em revestimentos no Brasil, elas vem dos ladrilhos e peças decorativas feitas em porcelanato.

Uma das alternativas é a linha Rio Retrô que tem no bairro do Leblon da capital fluminense, o equilíbrio entre memórias e contemporaneidade do patchwork em tons pasteis. Já os produtos Zen, da linha Nord, aparecem no formato 60x60cm e reproduzem ladrilhos de 20×20, que interpretam os detalhes dos jardins japoneses.

A versátil linha Quadrante traz formas geométricas em branco e azul dá inúmeras possibilidades no assentamento, originando murais artísticos. Enquanto isso, a linha Azuleja aparece para democratizar a azulejaria. Diversas interpretações foram impressas sob relevo de placas maiores, de 30x60cm. Ao todo, quatro diferentes padrões que dão liberdade de uso em toda a casa. A linha Color Market, desenvolvida em parceria com a Pantone, apresenta cores com história e sob medida para o design de interiores. Para finalizar, a linha Algarve, que nos leva a uma viagem ao sul de Portugal, com formato 20x20cm e pintura levemente desgastada, que faz lembrar o jeans stoned. Assim, o mix de desenhos ou a repetição do mesmo padrão pode ser combinado também com azulejo branco, um coringa.

 

Leia Também: