O Airbus A320neo garante economia e menos agressão ao meio ambiente

Começou a operar há uma semana no Brasil a companhia aérea chilena low cost (baixo custo) Sky Airlines, que faz a rota Santiago-Rio de Janeiro cinco vezes por semana com aeronaves A320neo, com motores de nova geração e “sharklets” (dispositivos aerodinâmicos nas asas usados para melhorar a eficiência). Juntas, essas inovações economizam até 15% de combustível. A cabine é configurada para 186 poltronas.

De acordo com o CEO da empresa, Holger Paulmann, essas aeronaves significam um impacto positivo no meio ambiente, com redução das emissões de CO2 em 30%, além de baixar em 50% o NOx (óxidos de nitrogênio que contribuem para a formação de smog e chuva ácida) e atenuar em 50% a poluição acústica. “A chegada da nova aeronave marca um feito na história da Sky, uma vez que nos torna a primeira companhia aérea de baixo custo com aeronaves de impacto triplo: eficiente, segura e sustentável.”

Destaca ainda Paulmann, que a inserção da Sky no Brasil está superando as expectativas da empresa. “Inicialmente pensávamos em publicar a oferta de voos a partir de dezembro deste ano, e fizemos tão bem que adiantamos a abertura da rota para novembro”.

Dependendo ainda de autorização da Ana (Agência Nacional de Aviação Civil), a Sky pretende operar outras rotas permanentes ao Brasil. O voo de Santiago a Florianópolis (SC), por exemplo, que era feito exclusivamente em acordo com operadores turísticos passará a ter venda direta da companhia. Até o primeiro trimestre de 2019, há operações planejadas para os terminais de Guarulhos e da capital catarinense.