Bovespa sobe nesta sexta após maior queda desde 208, dólar tem forte queda

O principal índice da bolsa de valores de São Paulo opera em alta nos primeiros negócios desta sexta-feira (19), em um movimento de ajuste após o derretimento das ações na véspera, que fez a Bovespa encerrar o pregão na maior queda em quase nove anos, em consequência da delação da JBS envolvendo o presidente Michel Temer.

Às 10h33, o Ibovespa tinha alta de 2,03%, a 62.848 pontos, após perdas de 8,8% na véspera.

Foi a maior queda de fim de pregão desde 22 de outubro de 2008, quando a bolsa caiu 10,18%, reagindo à crise financeira internacional.

Os negócios ficaram parados por 30 minutos pelo circuit breaker após o índice recuar mais de 10% pela manhã.

Já o dólar abriu o dia em queda nesta sexta, após encerrar a sessão na maior alta diária em 18 anos na véspera, diante do pânico dos mercados em relação a denúncias envolvendo o presidente Michel Temer. O movimento é de ajuste, com a moeda também sentindo os efeitos da forte intervenção do Banco Central.

Às 10h39, a moeda norte-americana operava em queda de 2,04%, cotada a R$ 3,3014, após fechar a R$ 3,3890 na sessão anterior.

Leia Também: