Bijuterias no Minas Trend

A história dos dez anos de presença do setor de bijuterias no 20º Minas Trend foi resumida na poética vitrine de manequins vermelhos e azuis, adornados pela democrática artesania das marcas Heliana Lages, Claudia Arbex, Claudia Marisguia, Camaleoa, Camila Klein, Mary Design, Diviníssima, Lázara Design e Simone Salles. A exposição foi proposta pelo Sistema Sindijor de Minas Gerais, com curadoria da designer Mary Arantes. Elaine Vasconcelos, diretora executiva do Sindijoias, lembra que em sua primeira edição, o Minas Trend contava apenas com estandes coletivos do setor, ou seja, um de joias e um de bijuterias. Dez anos depois, são 72 estandes.
Os manequins “vestidos” de cordas vermelhas trazem bijuterias das marcas que fizeram desfiles individuais no Minas Trend e os de azul são destinados às marcas que, em suas trajetórias, estão trabalhando sua própria identidade.
Mary Figueiredo saúda, de forma poética, seus colegas bijuteiros inseridos culturalmente em solo mineiro: “Ladeados pelas montanhas, incensados pelo barroco, devagar vamos esculpindo volutas, construindo elos tropeiros com crochê e torresmo com macramê”.

Leia Também: